Polícia Civil deflagra operação contra traficantes que atuam de forma aliada no comércio de drogas em Novo São Joaquim

Os cinco nomes identificados foram apontados em diversos inquéritos policiais relacionados a investigações de tráfico de drogas no município e região

Polícia Civil deflagra operação contra traficantes que atuam de forma aliada no comércio de drogas em Novo São Joaquim

Nove ordens judiciais, entre mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar, são cumpridas pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (06.10), em operação para combate de crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, deflagrada pela Delegacia de Novo São Joaquim (485,2 km a Leste de Cuiabá).

A Operação Aliados tem como alvos suspeitos que tiveram o envolvimento identificado no comércio de drogas no município, atuando de forma aliada na atividade ilícita.

No total, são cumpridas cinco ordens de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão domiciliar, além de quatro medidas judiciais investigativas decretadas contra os suspeitos. A operação conta com o efetivo de 20 policiais civis da Delegacia de Novo São Joaquim e da Regional de Barra do Garças.

Além dos mandados de prisão contra os suspeitos, o cumprimento das ordens de buscas tem o objetivo de apreender celulares, anotações, apetrechos e  porções de substâncias entorpecentes, trazendo novos elementos ao prosseguimento das investigações. Até o momento, quatro alvos tiveram os mandados de prisão cumpridos e um continua foragido. Nas buscas foram apreendidos aparelhos celulares, notebook e R$ 3.544 em dinheiro. 

Nas investigações conduzidas pela equipe da Delegacia de Novo São Joaquim, foram identificados cinco pessoas, quatro homens e uma mulher, que de forma aliada atuam no comércio de entorpecentes no município.

O nome dos suspeitos foi apontado em diversos inquéritos policiais relacionados a investigações de tráfico de drogas que tramitam na Delegacia de Novo São Joaquim, ficando comprovado que os investigados têm o comércio de entorpecentes como profissão e meio de vida.

Diante dos levantamentos, o delegado de Novo São Joaquim, Pablo Borges Rigo, representou pelos mandados de prisão e busca e apreensão contra os suspeitos que foram deferidos pela Justiça.

Fonte(s): Assessoria/Polícia Civil-MT
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários
Publicidade
Publicidade

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\
Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.